Publicidade
26 de Fevereiro de 2017
Apesar da imagem desgastada do presidente nacional do PSDB, em razão de citações no âmbito da Lava Jato, o senador Aécio Neves (MG) continua sendo o adversário mais temido pelo PT, que faz dele seu principal alvo, atacando-o no parlamento e nas redes sociais. Nem mesmo as derrotas eleitorais constrangedoras de Aécio em Minas Gerais, reduto do tucano, diminuíram o temor que ele inspira no PT.
Nas redes sociais controladas por simpatizantes petistas, Aécio é o mais xingado, de longe. Atacam sua honra, sua família, sua história.
Adversários se preocupam porque sabem que Aécio se tornou, em 2014, no tucano mais bem votado da História: 51.041.155 de votos.
Apesar de derrotas seguidas, a votação do PSDB aumenta há 15 anos: 33,3 milhões em 2002, 37,5 milhões em 2006, 43,7 milhões em 2010.
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso foi eleito presidente em 1994 com 34,3 milhões, e reeleito em 1998 com 35,9 milhões.
Publicidade
O presidente Michel Temer ainda não vê razões para se preocupar com as medidas do novo presidente Donald Trump. Até já conversaram por telefone, em clima cordial, e depois foi a vez de o vice-presidente Mike Pence ligar, reafirmando o desejo do governo dos Estados Unidos de manter com o Brasil o melhor relacionamento. Na conversa, Pence disse que ligaria também para os presidente da Argentina e do Chile.
Na conversa com Temer, o vice-presidente dos EUA destacou que a prioridade deve ser mesmo o aprofundamento do comércio bilateral.
Brasil não leva a sério, hoje, afirmação do então pré-candidato Trump, em 2015, acusando China, Japão, Índia e Brasil de “roubar” empregos.
O Itamaraty chegou a se preocupar, mas depois descobriu que era falsa a notícia de que Trump xingou os brasileiros de “porcos latinos”.
Esta semana uma pane atingiu os sistemas de informática da Polícia Federal. O incidente causou pânico nos dirigentes, que ordenaram que todas senhas de e-mails oficiais fossem trocadas imediatamente.
Leandro Daiello é um dos diretores há mais tempo no cargo na Polícia Federal; seis anos. Com operadores do PMDB na mira da Lava Jato, o novo ministro da Justiça sofrerá pressão para mudar o comando da PF.
Apesar de distribuídos gratuitamente nos postos de saúde, o folião que for comprar preservativos para aproveitar a festa vai pagar ao governo, em média, o menor percentual de imposto embutido no preço: 18,75%.
De acordo com o Cadastro Nacional de Adoção, entre 2015 e 2016 aumentou substancialmente o número de crianças e adolescentes aptos para adoção. Eram 29,7 mil antes, agora são 34,6 mil.
Em contrapartida, no mesmo período, cresceu também o número de adultos em condições legais de adotar. Em 2015 eram 65,8 mil pessoas. O número saltou para 75,9 mil pretendentes em 2016.
Além de ter de gastar 77% do orçamento em salários, o governador Rodrigo Rollemberg (DF) foi condenado a pagar R$115 mil a empresa que não recebeu pela construção de escola no governo... Agnelo (PT).
Jorge e Bruno Luz podem ser extraditados ou expulsos dos EUA. Além de serem procurados pela Polícia Federal do Brasil, foram presos pela polícia americana por estarem em situação irregular no país. O destino da dupla de pai e filho cabe apenas às autoridades americanas.
Em 2014, o suplente de Osmar Serraglio, Rodrigo Rocha Loures, tentou ser deputado federal pelo PMDB, mas não se elegeu com seus 58 mil votos. Ele perdeu a vaga na Câmara pelo coeficiente eleitoral.
...após retirar a vesícula, o presidente do Senado, Eunício Oliveira, se livrou de pedrinhas. Agora faltam as pedreiras... no Senado.
Publicidade
busca
colunas anteriores

 
Busca
Redes sociais
@diariodopoder
© 1998 - 2017 - Todos os direitos reservados