Chegou a primavera e bons acontecimentos

No último dia 22 teve início a primavera, uma das estações mais simpáticas do ano, pois assistimos o entusiasmo da natureza produzindo uma verdadeira renovação nas árvores, nos campos, nas flores, no clima e nos pássaros em revoada. Tudo desperta. Tudo germina. Assim é o tempo em nossa vida. Com a chegada da primavera, os alagoanos comemoraram com o maior entusiasmo os 200 anos da Emancipação Política de Alagoas. Como o tempo passou! Era o dia 16 de setembro de 1817 e por decreto de D. João VI nossa querida Alagoas foi tornada Capitania Independente. Iniciou-se um período turbulento logo após, pois não houve a fixação dos limites entre Alagoas e Pernambuco no decreto régio. Foram 72 anos de intrigas e muita confusão. De 1817 até 1889, quando foi proclamada a República, foi espantosa a quantidade de políticos que assumiram o governo, que tomaram conta do nosso destino. Exatamente 139 homens administraram a nossa querida terra alagoana. O tempo foi passando e o primeiro governo de Alagoas eleito pelo Congresso Constituinte foi Pedro Paulino da Fonseca. 200 anos já se foram! Caminhamos bastante e ainda temos muita estrada para percorrer. 

Alagoas/ Apenas sete letras pequeninas
Formando um conjunto precioso
É o mais lindo pedaço do Nordeste
Minha terra, meu encanto, meu tesouro. 


E o Instituto Arnon de Mello, sob a supervisão do meu caríssimo amigo irmão Carlos Mendonça, presenteou o povo de Alagoas com uma obra – Alagoas 200 anos – que marca de maneira grandiosa toda a nossa história. Nesta obra, os grandes intelectuais da terra colaboraram de maneira notável. E a nossa querida Gazeta de Alagoas, sob o comando do competente Claudemir Araújo, ganhou uma nova roupagem gráfica, tornando-se um jornal super-moderno em sua apresentação atual. 

A primavera nos dá a ideia de esperança, de alegria, de felicidade. Enquanto se está alegre, se está feliz. Cultivar a alegria como faz a natureza agora na primavera representa fundamental importância na arte de saber viver. Nossa vida assemelha-se às estações do ano; tem dias de muita chuva e tempestade e dias de verão, de muito sol, de muita luz e alegria. 

Meu caro leitor, precisamos de sabedoria para viver o presente. Que a primavera nos mostre que a luz, a alegria e a paciência são condições imprescindíveis para nossa convivência diária. Nunca desespere diante dos obstáculos e tenha certeza que o Cristo está ao nosso lado, pois foi ele quem disse: “Eu estou com você todos os dias”.

Publicidade
TWITTER
@colunach

 
Busca
Redes sociais
@diariodopoder
© 1998 - 2017 - Todos os direitos reservados